Torno mecânico, quais os tipos para usinagem

Considerado um dos principais equipamentos utilizados na mecânica de usinagem, o torno mecânico se tornou essencial para a usinagem. Por isso, neste artigo, você saberá das principais funções deste equipamento e dos principais tipos utilizados nas fábricas.

O torno mecânico é um equipamento muito utilizado na usinagem para a fabricação e para acabamento de peças, como cones, esferas, eixos, pinos e demais outras. Sua primordial característica é de trabalhar com o movimento e a rotação de uma determinada peça, onde o equipamento possui uma aresta cortante, que é utilizada na usinagem.

O torno, assim, permite que sejam feitas as remoções dos materiais desta peça, fazendo assim, a mesma possuir um formato pré-determinado de diferentes características e dimensões, de acordo com seu próprio modelo.

Como funciona o torno mecânico

Basicamente, no torno mecânico, a peça que está para ser usinada, é presa em um suporte. Dessa forma, fica girando enquanto as ferramentas de corte dão o formato desejado à peça. O torno pode chegar no formato desejado através de suas variadas funções, como: rosquear, broquear e perfilar. Além disso, também é possível exercer funções como as de furadeiras, plainas e fresadoras, se tornando assim, uma máquina incrivelmente versátil.

Todo torno mecânico possui a possibilidade de ser utilizado em madeiras, plásticos, metais e variadas matérias-primas. Por isso, se possui um torno mecânico conforme CNC (Controle Numérico Computadorizado), você poderá encontrar inúmeros modelos que poderão te ajudar a aumentar a produtividade e precisão de suas peças.

Utilizando o torno para modelagem, é possível utilizar variadas peças com diferentes materiais para cada tipo de trabalho. Por isso, é importante produzi-las de acordo com suas próprias especificações. Por isso, é por este motivo que o torno se mostra muito útil. Além disso, quando o material é muito duro, é comum as utilizações de tornos para peças, como metais, se adequem conforme o projeto.

Assim, a principal função do torno mecânico é retirar o material de uma peça específica através do uso de ferramentas de corte. Além disso, essas ferramentas, moldarão o material, mantendo-o estável na superfície, enquanto a ferramenta de corte entra em ação. Dessa forma, neste procedimento, pode-se formar inúmeros formatos e tamanhos de peças diferentes.

É sempre bom lembrar que o torno mecânico deve ser sempre operado por profissionais e sempre deve passar por uma manutenção periódica para funcionar da melhor forma possível.

Tipos de torno mecânico

Todo torno mecânico possui componentes chamados: carro, contra pino, leito e cabeçote móvel. O leito é a base do torno mecânico, conectada ao cabeçote. Além disso, é o componente que permite que o contra pino e o carro se encontrem, ambos, paralelos ao eixo do fuso. O cabeçote, por sua vez, é onde o são montados os mecanismos de mudança de velocidade, marcha e fuso principal. O contra pino, por sua vez, se encontra na frente do cabeçote. E o carro é onde a ferramenta e/ou a broca é colocada, dessa forma, mantendo a medida e a posição de ambos se movendo perpendicularmente, sempre controlada pelo operador que está manuseando a peça.

Assim, conheça os três tipos de tornos:

  • Torno de Torres;
  • Tornos Motorizados;
  • Torno de Propósito Especializado.
Torno mecânico em operação

Torno de Torres

São os tornos que podem realizar várias operações em uma única peça de trabalho. Com eles, pequenos detalhes, podem ser evitados, uma vez que todo o trabalho é feito simultaneamente, ou seja, seguindo uma só ordem, em operações sequenciais. Eliminando assim, qualquer erro possível.

Com a configuração dos tornos de torres, além de seu um trabalho mais eficiente, aumenta a produtividade e ganha tempo para dar os acabamentos necessários, dessa maneira, transferindo a peça para outras máquinas e aumentando a rentabilidade.

Tornos Motorizados

São os tornos mais utilizados na usinagem, afinal, são muito populares nas fábricas. De fato, a maior parte das usinas possuem o torno motorizado. Isso, porque essa ferramenta pode ser utilizada em variados materiais sem ser o metal (o mais comum, porém não único).

Outro motivo pelo qual os tornos motorizados são utilizados com mais abrangência, é o fato de serem extremamente fáceis de serem manuseados. Seus componentes são simples e usuais, contendo leito, cabeçote e anteparo. Além disso, existem variados tamanhos para diferentes peças, e há ainda tornos motorizados que podem ser ajustados conforme a peça manuseada, facilitando cada vez mais as operações de usinagem.

Tornos de Propósito Especializado

Sabemos que no mundo da usinagem há sempre aquela peça especifica que somente pode ser feita por uma máquina específica. Por isso, os tornos não são uma exceção. Como o próprio nome indica, há tornos especializados em peças de grande porte, com parâmetros específicos e que fazem um grande número de peças idênticas para serviços de grande escala.

Além disso, esses tornos realizam funções que tornos comuns não foram projetados para fazer. Alguns exemplos são os tornos de manivela, os tornos de multi brocas, os tornos automáticos, os frisados, tornos de produção, tornos de duplicação, entre muitos outros que podem ser feitos conforme a demandas das peças.

Leia também: Lubrificação na Usinagem



1 comentário

Deixe uma resposta