Como tirar ferrugem de ferramentas

Com o passar do tempo, é muito comum que peças de metais ferrosos apresentem sinais de danos. Um deles é a oxidação — reação dos componentes de metal em contato com o oxigênio da água e do ar. Além do processo natural de corrosão do material, outras situações agravam o caso, como por exemplo a alta umidade relativa do ar e a falta de manutenção podem comprometer a vida útil da ferramenta.

Além disso, é fundamental manter as peças sempre limpas e organizadas. Por esse motivo, a Braniva preparou esse artigo para te ajudar nesse processo contra a ferrugem, a fim de prolongar a durabilidade de cada item. Vamos lá?

Analise o grau de oxidação da ferramenta

O primeiro passo para a remoção de ferrugens, é analisar qual o grau de desgaste da peça. É super comum confundir os termos oxidação, corrosão e ferrugem. Mas, mesmo que estejam correlacionados, esses termos não são totalmente iguais e podem causar confusão sobre como tirar ferrugem de ferramentas.

A oxidação é um processo de perda de elétrons de um material para outro, e ocorre naturalmente. Quando se trata de peças metálicas com muito ferro, os agentes oxidantes mais comuns são o ar e a água encontrados como vapor na atmosfera. É aí que começa o processo de degradação.

Já a corrosão é o processo de desgaste causado pela oxidação. Quanto mais oxidada for uma superfície, maior será a sua tendência a perder elétrons. Por esse motivo, é fundamental impedir a corrosão tratando-a logo de início. Dependendo do grau de corrosão, a recuperação da peça pode ser impossível.

A ferrugem é reconhecida como o hidróxido de ferro, que é uma camada meio avermelhada formada quando os metais ricos em ferro começam a oxidar. Essa camada pode comprometer toda a resistência da ferramenta, podendo inutilizar a peça.

Realize a manutenção periódica das ferramentas

No geral, ferramentas de metal podem ter grande longevidade. Porém, para isso  será necessário adotar medidas de manutenção da peça, como por exemplo limpeza e dependendo do caso, é recomendado aplicar um protetor industrial,  o indicado é que seja feito de seis em seis meses. Neste caso, se trata de uma proteção não definitiva, já que o fluido lubrificante pode ser removido com desengraxante.

Outro método para proteger os materiais contra a corrosão e a oxidação, é a aplicação de revestimentos, como por exemplo tintas ricas em zinco ou camadas de epóxi. Isso se deve porque se torna uma proteção definitiva. Seja qual for a situação, é fundamental manter as ferramentas sempre limpas. Para a realização da limpeza, podem ser usados alguns tipos de desengraxantes.

Além disso, é extremamente importante que as peças sejam guardadas de maneira organizada em algum local seco, à temperatura ambiente. Isso impede a umidade e consequentemente previne a oxidação.

Providencie a limpeza da superfície

Antes de dar início a qualquer procedimento de remoção de ferrugem, é necessário limpar a superfície antes de tratá-la. A superfície metálica, para estar completamente limpa, não pode conter restos de tinta, fuligem, poeira, umidade, graxas e óleos, assim como camadas soltas de ferrugem e outros componentes que atrapalhem a penetração do produto protetivo.

A camada mais grossa de ferrugem da superfície das ferramentas pode ser feita removida manualmente, apenas utilizando acessórios como lixas, espátulas ou escovas de aço. Após essa etapa, é recomendado aplicar produtos que possam estancar o processo de oxidação e corrosão na peça.

Aplique um bom produto anticorrosivo

A melhor opção para evitar a degradação de qualquer peça de metais que já esteja sofrendo com oxidação é interromper o processo de corrosão. Para isso, é preciso usar um convertedor de ferrugem ou um neutralizador de ferrugem, que podem ser aplicados à superfície utilizando pincéis.

O convertedor de ferrugem tem que ser utilizado como uma primeira camada para então receber a aplicação de outros produtos. Já o neutralizador de ferrugem é aplicado em superfícies que estejam precisando de limpezas mais profundas (decapagem, desengraxe e fosfatização), e também pode ser utilizado junto com a galvanização a frio para obter uma proteção poderosa.

Mas fique atento que o anticorrosivo é um produto químico industrial. Por isso, sempre se atente a utilizar as proteções necessárias para evitar reações alérgicas ou acidentes mais graves como intoxicação por inalação ou penetração do produto através da pele. Sempre use luvas, máscaras e óculos de proteção ao lidar com esse tipo de produto.

Outras opções incluem:

  • Limpar o material com um produto diluente e retirar a ferrugem com palha de aço, aplicando protetivos industriais quando a peça secar;
  • Mergulhar a ferramenta em ácido cítrico em pó diluído em água quente;
  • Usar removedores químicos.

Além disso, outros métodos podem ser adotados para aumentar a vida útil da sua ferramenta, tais como:

  • Uso: Parece uma tarefa bem simples, mas nem sempre as ferramentas são utilizadas somente para a função para a qual foram desenvolvidas. Sendo assim, utilize o martelo para martelar, a chave de fenda para aparafusar e assim por diante. Isso irá ajudar a prolongar a vida útil de suas ferramentas;
  • Mantenha a manutenção da peça regularmente, é fundamental aplicar óleo anticorrosivo e limpar as peças com desengraxante industrial. No caso de ferramentas de corte, sempre as mantenha afiadas para evitar que percam o fio;
  • Armazenamento: sempre guarde as peças secas e limpas em local seco e apropriado, tal como uma caixa organizadora. Assim evita a umidade.

Não se esqueça: antes de querer tirar a ferrugem de ferramentas é necessário analisar qual o estado da peça. Se o grau de degradação da ferramenta estiver avançado, provavelmente não será possível realizar a recuperação total da peça. Mas, se a peça não estiver tão danificada, limpe bem a superfície para que o anticorrosivo penetre bem no material e só guarde a ferramenta após limpa e seca corretamente.

Agora que você já sabe como tratar a ferrugem de ferramentas sem, aproveite para ler nosso artigo sobre tipos de desengraxantes industriais que não podem faltar no seu negócio!



Deixe uma resposta