KPI’s para gestão de fornecedores

O fundador da Apple e pioneiro em tecnologia Steve Jobs disse uma vez: “Grandes coisas nos negócios nunca são feitas por uma pessoa. Elas são feitas por uma equipe de pessoas.” Para os profissionais de compras, a equipe que eles escolhem é construída em torno não apenas da equipe, mas de uma cadeia de suprimentos de fornecedores, todos com potencial para se tornarem aliados valiosos na busca do sucesso compartilhado.

Os relacionamentos que você estabelece e desenvolve com seus fornecedores, podem ter um impacto poderoso na capacidade de sua função de compras, de agregar valor para sua empresa e nos resultados gerais de sua organização. 

Identificando, monitorando e ajustando indicadores-chave de desempenho de gerenciamento de fornecedores, ou KPIs, você pode desenvolver uma abordagem rica e baseada em dados para gerenciamento de fornecedores, com foco em alto valor, baixo risco e sourcing estratégico.

A importância dos KPIs de gerenciamento de fornecedores

Duas das maneiras mais importantes pelas quais as compras podem apoiar as operações de negócios de sua empresa são a redução de custos e a agregação de valor. Ambos se beneficiam imensamente da melhoria contínua, que por sua vez requer consciência de quão bem sua equipe de compras está utilizando sua cadeia de suprimentos e fazendo ajustes positivos conforme necessário.

Esses ajustes fazem parte de um foco maior conhecido como gerenciamento de desempenho. Orientado por dados, o gerenciamento de desempenho depende de acesso em tempo real, completo e totalmente transparente a métricas importantes. 

Como o desempenho do fornecedor, para orientar novas políticas e processos, que reduzem o erro humano, custos desnecessários e exposição a riscos em toda a cadeia de suprimentos e compras como um todo.

A importância dos KPIs

Os relacionamentos com fornecedores são, por definição, transacionais, mas não se trata apenas de comprar o produto X da Empresa Y. 

Uma ideia clara de como um determinado fornecedor cumpre suas obrigações ao mesmo tempo em que cumpre os requisitos legais, de conformidade, de fabricação, de qualidade e de acordo de nível de serviço de sua empresa, permite que você identifique rapidamente suas melhores apostas para uma cadeia de suprimentos enxuta.

Manter pontuação com KPIs

A avaliação eficaz dos fornecedores é bastante simplificada com o uso de dados. Quando claramente definidos e bem monitorados, esses dados permitem que você comunique suas expectativas e métodos de avaliação aos seus fornecedores desde o primeiro dia. Como resultado, você obtém rapidamente uma compreensão abrangente de um fornecedor com benefícios como:

  • Capacidade de atender pedidos dentro do prazo
  • Capacidade de atender aos pedidos com precisão
  • Capacidade de fornecer produtos de qualidade adequada (de preferência superior)
  • Capacidade de cumprir os termos e condições da sua empresa
  • Capacidade de cumprir os requisitos legais, de fabricação e de segurança

Estrutura de preços e possíveis mudanças 

Oportunidades estratégicas (se houver) disponíveis durante a negociação do contrato, com um fornecedor valioso, de baixo ou alto risco, são pontos importantes.

Conforme você avalia cada fornecedor e comunica sua revisão de desempenho aos representantes, ter dados concretos para respaldar sua avaliação torna a comunicação muito mais produtiva e ajuda a mudar o foco para a melhoria e longe de negligências ou reclamações arbitrárias.

Os KPIs de gerenciamento de fornecedores mais importantes para sua empresa, podem não ser os mesmos priorizados por seus concorrentes. Dito isso, é provável que você descubra que a maioria de suas métricas verdadeiramente valiosas se concentra nas principais áreas de capacidade, desempenho e conformidade do fornecedor.

Vamos dar uma olhada em alguns dos KPIs de gerenciamento de fornecedor mais comumente usados, aplicados a um fornecedor de amostra. A empresa Z fornece matéria-prima para a produção e tem potencial para se tornar um fornecedor importante. 

Alguns dos KPIs que você pode usar para avaliar a Empresa Z incluem:

QUALIDADE: Os materiais são de qualidade e valor adequados para uso na produção? Com que frequência há um problema com o envio de materiais de qualidade inferior ou simplesmente o material errado?

AVALIAÇÃO DE RISCO: Os materiais produzidos estão em conformidade com todas as leis aplicáveis? Os materiais são fornecidos de forma ética, para minimizar o risco de danos à reputação?

ENTREGA: As entregas chegam intactas e dentro do prazo? O fornecedor tem capacidade de escalonamento para pedidos maiores e de emergência? Com que frequência os materiais são perdidos, atrasados ​​ou danificados?

ECONOMIA DE CUSTOS: Com que frequência o fornecedor aumenta seus preços? As economias de escala podem ser aproveitadas para otimizar os preços dos materiais? A gestão de contratos pode ser empregada para negociar melhores termos de preço ou maior qualidade de serviço?

ATENDIMENTO AO CLIENTE: Se e quando houver um problema, com que rapidez e integridade ele será resolvido? Com que eficácia o fornecedor se comunica? Como as reclamações são tratadas, incluindo o escalonamento conforme necessário?

EXPANSÃO E INOVAÇÃO: O fornecedor segue processos de melhoria contínua em sua própria produção? O fornecedor fornece valor estratégico adicional ao sugerir materiais novos ou diferentes para reduzir custos, melhorar a qualidade ou expandir recursos?

O gerenciamento eficaz de fornecedores não acontece da noite para o dia, e pode não acontecer sem o uso criterioso dos KPIs. Engajar-se com sua cadeia de suprimentos e dedicar tempo para desenvolver e implementar os indicadores-chave de desempenho mais importantes para o sucesso de seu negócio é essencial.

 

Compartilhe este artigo
Leia Mais:  Ferramentaria, o que é e como é seu processo


Deixe uma resposta