Tornearia mecânica, como funciona?

A tornearia mecânica pode ser classificada como uma diversidade de serviços. Por exemplo a usinagem de peças para automóveis ou para máquinas nos mais diversos tipos de industrias.

Com esta máquina chamada torno, a indústria moderna, consegue produzir peças diversas para atender a demanda no mercado, de fato, algo extremamente necessário atualmente.

Saiba mais sobre os tornos e sobre os serviços de tornearia mecânica.

Entenda tudo sobre a tornearia mecânica

Ao se falar da tornearia mecânica, é preciso falar dos tornos. Há alguns tornos que fazem também o serviço de retífica, plaina, furadeira, por exemplo.

Para cada tipo de trabalho existe uma ferramenta que se adequa melhor que outras

Isso acontece porque algumas não têm capacidade para executar o tipo de trabalho pretendido, ou porque, mesmo que outras ferramentas façam o trabalho que pretendemos. Ou porque, às vezes, demorariam mais tempo do que a ferramenta especialmente concebida para o trabalho escolhido.

– Os tornos não são exceção. Aliás, talvez sejam o melhor exemplo, do tanto que precisam ser máquinas especializadas, devido aos motivos cada vez mais complexos e exigentes dos trabalhos executados atualmente.

Tornearia mecânica

A Tornearia mecânica é extremamente versátil. Basicamente, ela permite a usinagem das peças, ou seja, é utilizada tanto para confeccionar quanto para fazer o acabamento em peças.

– Com ela, é possível fazer qualquer tipo de peça imaginável. Como existem materiais extremamente duros, o torno mecânico passou a ter uma dureza de corte, maior que a do material torneado.

O torneamento é uma operação mecânica que consiste em modelar uma variedade de corpos de revolução. Por exemplo, cilindros, cones, esferas e quaisquer filetes de perfil.

Leia Mais:  Usinagem de equipamentos Médicos

Este trabalho mecânico é realizado por ferramentas de corte cuja posição na máquina é fixa e cuja possibilidade de movimento lateral permite separar um chip.

O corte é feito graças a uma pressão muito forte da aresta, na superfície trabalhada, enquanto a peça é sempre animada por um movimento de rotação.

Desta forma, você pode fazer diferentes tipos de peças muito variadas, combinando esses movimentos, dependendo da complexidade, diâmetro e comprimento da peça a ser usinada.

 

Tipos de tornos na tornearia mecânica

Pode-se encontrar diferentes tipos de tornos, onde o mais frequente que podem ser encontrados são:

Frente em torno (dedicado ao fabrico de peças curtas e de grande diâmetro);

Torno horizontal;

Torno vertical (o eixo principal é vertical em relação ao chão);

Tornos utilizados para a indústria de torneamento de barras, como os tornos de fuso múltiplo, que podem fazer a fabricação de várias peças ao mesmo tempo.

O torno mecânico é uma ferramenta que trabalha com movimento de rotação de uma peça em princípio cilíndrica e uma ferramenta que tem apenas uma aresta cortante. O torno é o resultado de um longo processo evolutivo.

Certamente, ele é o pai de todas as ferramentas e com algumas pouquíssimas modificações, realiza trabalhos feitos nas fresadoras, retificas, furadeiras e em vários outros serviços.

Forma e torneia diferentes materiais, como por exemplo: alumínio, cobre, latão e até madeira, por exemplo. Ainda que, no setor de carpintaria, existam profissionais que preferem fabricar seus próprios tornos caseiros.

Etapas do processo de torneamento

Envolve principalmente o trabalho mecânico de girar. Há uma série de etapas, divididas em:

Tempo de carga / descarga: este é o tempo usado para fixar a peça de trabalho no torno. Ainda assim, a duração desta etapa dependerá do tamanho e peso da mesma, bem como outras características da peça.

Leia Mais:  CNC: Práticas que você deve adotar para limpar

Tempo de corte: é o tempo destinado que as ferramentas de corte usam para fazer todos os cortes necessários para obter a peça desejada.

Tempo ocioso: tempo ocioso em que nenhum processo é realizado.

Tempo de substituição da ferramenta: tempo gasto na substituição de uma ferramenta que excedeu sua vida útil.

Os processos mecânicos de torneamento são realizados com ferramentas de corte cuja posição na máquina é fixa. E também existe a possibilidade de movimento lateral permite separar um cavaco.

O corte é feito graças a uma pressão muito forte da aresta de corte em uma superfície trabalhada. Uma distinção deve ser feita entre os diferentes tipos de processos:

Cilindrado: é o processo que permite obter uma geometria cilíndrica de revolução. Tem uma aplicação tanto externa quanto internamente.

Revestimento: processo pelo qual é permitida a obtenção de superfícies planas perpendiculares ao eixo de rotação da máquina.

Rosqueamento: Permite obter peças como roscas, parafusos, rosqueamento externo e porcas, rosqueamento interno.

Agora que você conhece mais sobre a tonearia mecânica. Saiba quais benefícios a Braniva pode oferecer para você em relação a esse serviço.

 

Confira também o post sobre O que uma indústria mecânica oferece?

Compartilhe este artigo


Deixe uma resposta